Motos mais vendidas: Até 300 cilindradas

Partindo da categoria de cidade, que consiste em motocicletas de pequeno e médio porte para uso urbano. Temos primeiro um grande líder de mercado, o CG 160, que vendeu quase 74.000 unidades nos primeiros três meses deste ano.

Com um número cumulativo menor de placas, temos o segundo CB Twister, com um total de 8.679 veículos vendidos, seguido pela Fazer 250 e pelos 5.445 motociclos vendidos.

Motocicleta Trail

No grupo Trail seja em terrenos pavimentados ou não pavimentados, motocicletas de uso misto de pequeno e médio porte, o Bros 160 mantém uma posição dominante no mercado nacional.

No primeiro trimestre de 2019, a Honda registrou pelo menos 29.113 faixas de entrada. Em segundo lugar, nosso principal concorrente é o Yamaha Crosser 150, cuja unidade registrada acaba de exceder as 6.000 unidades.

No terceiro e quarto lugar, temos dois membros da série XRE, cilindros 300 e 190, com 4.660 e 4.456 emplacadas, seguidos pelo novo Lander 250, que vendeu 4.456 motocicletas até março.

Motocicleta Naked

Depois das cinco motocicletas mais vendidas em 2019 listadas por categoria, temos a Nakeds, que consiste em motocicletas sem carenagem, com motores de alto desempenho especialmente expostos que podem ser dirigidos em terrenos pavimentados. Semelhante a uma motocicleta “esportiva”, mas sem carenagem.

Em primeiro lugar da lista de Nakeds, temos o soberano MT-03, que é a versão premium da carenagem Yamaha R3 esportiva, que vendeu quase dois mil veículos apenas nos primeiros três meses de 2019.

Motocicleta Scooter

No segmento com forte impulso de crescimento no mercado nacional, temos as cinco scooters mais vendidas neste trimestre. Neste conjunto consiste em caixas de velocidades automáticas ou semiautomáticas projetadas para melhorar o conforto e a conveniência.

Este é o produto de maior sucesso do PCX 150 no primeiro trimestre de 2019, com 5.663 exemplares vendidos. A scooter Honda tornou-se a favorita no Brasil por causa de sua facilidade de pilotagem e foi finalmente remodelada em sua versão de 2019.

Na segunda posição, seu essencial oponente, o NMax 160 da Yamaha, não era considerado mais forte e mais considerável até a penúltima alternativa do PCX. A Yamaha vendeu 3.436 scooters nos três primeiros meses deste ano.

Então, Honda Elite 125 e SH 150 ficaram em terceiro e quarto, enquanto o Citycom 300i da Dafra ficou em quinto no número de emplacamento.

Qual o modelo que chamou mais sua atenção na nossa lista? Esperamos que tenha ajudado na sua escolha.