Montadoras de carro em parceria com a Xiaomi desenvolvem relógios inteligentes para os veículos

--*--

Os aplicativos para smartphones de veículos são uma maneira fácil de os motoristas permanecerem conectados aos carros, mesmo quando estacionados. No entanto, à medida que mais pessoas começam a usar relógios inteligentes presos aos pulsos, conectar e se comunicar com o carro com eles parece ser a próxima evolução para a indústria automobilística.

Nio

De acordo com a empresa de mídia chinesa 36Kr, a montadora de veículo chinesa NIO anunciou uma nova parceria com a empresa de eletrônicos e a fabricante de dispositivos portáteis Xiaomi em um aplicativo NIO smartwatch( relógio inteligente). A NIO será uma das poucas montadoras a oferecer um aplicativo smartwatch (relógio inteligente) para um veículo de produção.

O uso dos relógios inteligentes tem crescido constantemente nos últimos cinco anos, impulsionado pelo lançamento do Apple Watch em abril de 2015. Os avanços tecnológicos estão tornando os relógios mais atraentes para os consumidores, como uma maneira de permanecerem sempre conectados no mundo digital e nos carros.

Os proprietários de NIOs precisarão apenas baixar e instalar o Nio App no ​​Xiaomi Mi Watch para transformar o relógio em um controle remoto inteligente para seu veículo. Segundo relatos, todos os modelos de carros NIO suportam o aplicativo Mi Watch NIO.

Por meio do aplicativo, os clientes da NIO podem verificar o nível de carga da bateria do veículo, abrir ou destrancar as portas e janelas ou ligar o ar condicionado usando o aplicativo. O aplicativo também pode ajudar os proprietários de NIO a encontrar seu veículo em um estacionamento lotado, ativando as luzes e a buzina. Funções mais inteligentes, como comunicação de campo próximo (NFC), podem ser suportadas no futuro.

O NIO é considerado por alguns especialistas do setor como o “Tesla da China”, produzindo veículos elétricos equipados com recursos de alta tecnologia; portanto, o lançamento do aplicativo NIO smartwatch está alinhado com o objetivo da empresa de construir os veículos elétricos mais inteligentes e conectados.

Ford e Tesla

Atualmente, muitas montadoras, incluindo a Tesla, já oferecem um aplicativo complementar para iPhone ou Android para seus veículos, mas poucas oferecem um aplicativo para smartwatch. No entanto, a ideia está começando a ganhar terreno. Em setembro de 2015, a Ford Motor Co atualizou seu aplicativo “MyFord” com suporte para os relógios inteligentes Apple Watch e Android Wear. O aplicativo permitiu aos proprietários de alguns modelos da Ford acessar o status de carga da bateria, trancar e destrancar suas portas.

Hyundai

Também em 2015, a montadora sul-coreana Hyundai anunciou um aplicativo smartwatch como parte de sua plataforma Blue Link baseada em nuvem, permitindo que recursos como início remoto e informações de serviço sejam acessados rapidamente através de smartwatches.

Os motoristas da Hyundai podem executar comandos como “Iniciar meu carro”, “Bloquear meu carro” ou “Encontrar meu carro” diretamente do smartwatch. No ano passado, a NIO foi nomeada número 5 na lista anual das empresas mais inovadoras da Fast Company na China em 2019.

A lista reconhece as empresas que causam o impacto mais profundo na indústria e na cultura. A NIO lançou seu primeiro veículo em junho de 2018, um SUV elétrico de sete passageiros chamado ES8. A empresa seguiu com uma versão menor para cinco passageiros, chamada ES6, que foi lançada em dezembro de 2018 durante o “Dia da NIO” da empresa.

Em 25 de fevereiro de 2020, a NIO anunciou que assinou um contrato quadro de colaboração com o governo municipal de Hefei, província de Anhui, onde está localizado o principal centro de fabricação da empresa. Como parte do acordo, o governo de Hefei fornecerá financiamento para o crescimento a longo prazo da NIO em Hefei.

O terceiro modelo elétrico da NIO será o EC6, um cupê elétrico que se assemelha um pouco ao Modelo Y da Tesla, sua maior rival na China. O EC6 será fabricado no Centro de Fabricação Avançada JAC-NIO em Hefei. O preço e as especificações deverão ser divulgados em julho de 2020, com entregas a partir de setembro.

As remessas globais de dispositivos vestíveis totalizaram 84,5 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2019, um aumento de 94,6% em relação ao ano anterior e um novo recorde de remessas em um único trimestre, de acordo com dados da International Data Corporation (IDC) no mundo todo. 

No ano passado, a Xiaomi ficou em segundo lugar global atrás da gigante de computadores Apple, para remessas de dispositivos portáteis. A empresa vendeu 41,7 milhões de dispositivos, um aumento de 79% em relação ao ano anterior.